FIES 2023: Inscrições SisFies, Datas, Aditamento, Boleto e Resultados

Criado em 2001 e administrado pelo Ministério da Educação (MEC), o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES 2023) é de suma importância para os estudantes brasileiros. Por meio dos cursos disponíveis no FIES 2023, quem não tem condições financeiras de arcar com um curso superior, pode financiar as mensalidades e pagar após a conclusão do curso.

FIES 2023
FIES 2023

Segundo dados do sistema de bolsas de estudos, Educa Mais Brasil, mais de 3,2 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo FIES. O grande diferencial do programa é a possibilidade de arcar com a dívida do curso após sua conclusão.

Hoje, um curso superior não tem parcelas menores que R$ 500 em uma boa universidade privada. Por isso, embora seja o sonho de muitas pessoas, o valor acaba sendo o grande desmotivador para iniciar o ensino superior.

De acordo com o Governo Federal, são pelo menos 110 mil vagas oferecidas no FIES 2023. Destas 66,5 mil na seleção do primeiro semestre, e em torno de 44,3 mil para o semestre seguinte.

Saiba também como realizar inscrições no SISU 2023

As oportunidades são para financiamento de contratos em universidades privadas reconhecidas pelo MEC. Hoje, a grande maioria das instituições do país oferecem essa parceria.

Afinal, como funciona o FIES 2023?

O programa funciona como um empréstimo ao estudante. Ao contratar o financiamento, o cidadão assume o compromisso de pagar pelas mensalidades do curso após concluir sua formação.

A primeira parcela deve ser paga um mês após a conclusão do curso. Para quem está atuando em regime CLT, as parcelas são descontadas direto da folha de pagamento. Para os demais é preciso gerar um boleto.

Mas para conseguir uma das vagas, além de comprovar renda, o cidadão precisa ter obtido nota suficiente no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

O sistema usa como critério a participação no programa, e considera para classificação as melhores notas.

Modalidades de financiamento do FIES

Desde que o MEC deu início ao que chamou de Novo FIES, o sistema de financiamento foi alterado. Agora, existem duas categorias dentro do programa que diferem as opções de financiamento.

Isso porque, podem ser aplicados juros aos contratos, mas com condições abaixo do mercado. Dentro deste sistema, fica garantida as seguintes regras:

  • FIES: destinado aqueles que têm renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa. Neste caso os juros do financiamento são zero;
  • P-Fies: destinado aqueles que têm renda familiar de até 5 salários mínimos por pessoa. Não possuí lista de espera. E a taxa de juros varia de 1,9% a 2,5% ao mês.

Quem pode se inscrever no FIES 2023?

Para concorrer a uma vaga, o indivíduo deve preencher a uma das seguintes características:

  • candidato que participou do ENEM, a partir da edição de 2010;
  • ter obtido no ENEM média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a 0 na redação;
  • Possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até 3 salários mínimos;
  • Bolsista do PROUNI pode financiar outros 50% da mensalidade.

Atenção! Será preciso comprovar estas informações com documentos. Ou seja, não vale mentir a renda para tentar uma vaga, pois o sistema vai precisar que o candidato comprove suas condições.

Em contra partida, de acordo com o site do FIES, não podem se inscrever no processo seletivo:

  • I – candidato pré-selecionado em processo seletivo anterior, enquanto perdurar situação de pendência nas fases de complementação no FiesSeleção, de validação de suas informações pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento – CPSA ou de validação de suas informações pelo agente financeiro;
  • II – candidato que não tenha quitado financiamento anterior pelo Fies ou pelo Programa de Crédito Educativo – CREDUC, de que trata a Lei nº 8.436, de 25 de junho de 1992;
  • III – candidato que se encontre em período de utilização do financiamento do Fies;e
  • IV – candidatos que submeteram ao ENEM com o único objetivo de autoavaliação, na condição de treineiro.

Cronograma FIES 2023 (calendário atualizado)

Todos os anos o MEC divulga o cronograma oficial do FIES 2023 do primeiro e segundo semestre.

Por meio do calendário, é possível ficar de olho em todas as datas importantes do processo seletivo, desde o início das inscrições até divulgação do resultado e lista de espera do FIES.

A pasta segue a mesma ordem de organização, considerando a divulgação da nota do ENEM.

FIES primeiro semestre:
  • 26 a 29 de janeiro de 2021 – Período de inscrições;
  • 2 de fevereiro de 2021 – Resultado dos pré-selecionados em chamada única;
  • 3 a 5 de fevereiro de 2021 – Prazo para complementação da inscrição dos pré-selecionados na chamada única;
  • 3 de fevereiro até 18 de março de 2021 – Participação na lista de espera.
FIES Segundo semestre:
  • 27 a 30 de julho – Período de inscrição;
  • 3 de agosto – Resultado dos pré-selecionados em chamada única;
  • 4 a 6 de agosto – Prazo para complementação da inscrição dos pré-selecionados na chamada única;
  • 4 de agosto a 17 de setembro – Participação na lista de espera.

Atenção: Calendário acima é referente ao ano anterior. Assim que o MEC divulgar cronograma atualizado, iremos ajustar nosso conteúdo.

Inscrições FIES 2023

Todo o processo de inscrição no FIES 2023 é feito online. Quando aprovado na vaga escolhida, ai sim o candidato deve procurar a universidade. E mais tarde, um banco para que seja feito o financiamento.

Dentro do período liberado pelo MEC, o futuro estudante pode acessar o portal para escolher até três opções de cursos, instituições e turnos. O candidato concorre com base na sua nota, renda informada e se pertencer ao sistema de cotas.

Para isso, basta seguir o passo a passo:

  • Acesse o site do FIES e clique em “Minha Inscrição”;
  • Em seguida, selecione “Fazer inscrição”;
  • O internauta será direcionado ao site do Gov.br, onde deve informar seu CPF e senha ou criar seu primeiro acesso;
  • Entrando no sistema basta preencher todas as informações solicitadas: dados pessoais, cursos escolhidos, perfil socioeconômico, dados do ENEM.

Resultados e nota de corte do FIES 2023

Como uma seleção comum dentro dos programas do governo, a classificação depende da nota de corte do FIES 2023. Em outras palavras, ela representa o mínimo a ser conquistado no ENEM para conseguir a vaga no curso desejado.

Diariamente durante o processo seletivo, o sistema altera a nota de corte. Para definir esse resultado é preciso levar em consideração: vagas disponíveis para o curso, número de inscritos e as notas obtidas pelos candidatos.

Quanto mais concorrido for um curso, maior sua nota de corte. Quanto maior a nota conquistada no ENEM, crescem as chances de ter uma boa classificação.

Para consultar o resultado do FIES 2023, basta acessar o site dentro do período informado e preencher os dados de cadastro. O sistema vai informar se o candidato foi ou não aprovado.

Cursos mais concorridos do FIES 2023

Segundo o portal de educação Mundo do Vestibular, as maiores notas de corte do FIES em 2023 são:

  • Administração: 543 pontos
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas: 545 pontos
  • Biomedicina: 564 pontos
  • Ciência da Computação: 562 pontos
  • Ciências Biológicas: 565 pontos
  • Ciências Contábeis: 547 pontos
  • Comércio Exterior: 529 pontos
  • Estética e Cosmética: 540 pontos
  • Design de Interiores: 535 pontos
  • Design de Moda: 551 pontos
  • Design Gráfico: 567 pontos
  • Direito: 606 pontos
  • Educação Física: 534 pontos
  • Enfermagem: 555 pontos
  • Engenharia Civil: 577 pontos
  • Engenharia de Computação: 580 pontos
  • Engenharia de Produção: 556 pontos
  • Engenharia Elétrica: 570 pontos
  • Engenharia Mecânica: 582 pontos
  • Farmácia: 555 pontos
  • Fisioterapia: 560 pontos
  • Fotografia: 545 pontos
  • Gastronomia: 555 pontos
  • Gestão Comercial: 516 pontos
  • Gestão Hospitalar: 507 pontos
  • Hotelaria: 521 pontos
  • Jornalismo: 570 pontos
  • Letras: 590 pontos
  • Logística: 512 pontos
  • Marketing: 530 pontos
  • Matemática: 537 pontos
  • Medicina: 754 pontos
  • Nutrição: 557 pontos
  • Odontologia: 621 pontos
  • Pedagogia: 548 pontos
  • Processos Gerenciais: 525 pontos
  • Psicologia: 570 pontos
  • Publicidade e Propaganda: 565 pontos
  • Recursos Humanos: 518 pontos
  • Secretariado: 530 pontos
  • Segurança do Trabalho: 503 pontos
  • Serviço Social: 520 pontos
  • Sistemas de Informação: 535 pontos
  • Tecnologia da Informação: 515 pontos
  • Turismo: 518 pontos
  • Zootecnia: 546 pontos

Lista de espera do FIES

Quando não consegue ser chamado na primeira chamada, porque por exemplo não conquistou a nota de corte necessária, o candidato ainda tem a chance de se inscrever na lista de espera do FIES 2023.

Neste caso, a opção vale apenas para a categoria FIES e não para a P-Fies. Diante disso, o candidato pode demonstrar interesse em disputador uma vaga remanescente.

As vagas remanescentes são aquelas não preenchidas na primeira chamada. Seja porque os aprovados não cumpriram com os requisitos, foram desclassificados, ou perderam os prazos.

A inscrição na lista de espera também é feita online, no site do FIES. A convocação acontece por meio da publicação de edital na própria universidade.

Matrículas no FIES

Foi aprovado no FIES? Bom, agora você tem alguns compromissos a cumprir!

Ao conferir que foi classificado, o cidadão deve ficar de olho no prazo para comparecer até a universidade e fazer sua matrícula nas universidades por meio do FIES.

Após a inscrição feita e ter sido pré-selecionado, o estudante deverá comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) em sua instituição de ensino para validar as informações.

Além disso, com os documentos em mãos, também será necessário comparecer até o banco para assinar o contrato de financiamento. Normalmente, para aqueles que não têm renda suficiente, será aceito um fiador.

O fiador nada mais é do que uma pessoa que se compromete e assumir a dívida do estudante por meio do Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, caso ele não consiga arcar com o valor. Fiadores podem ser os pais ou familiares do candidato.

Documentos necessário para o FIES

Documentos do estudante:

  • Comprovante de residência;
  • Documento de identificação como RG;
  • CPF e, se menor de 18 anos de idade não emancipado, CPF do seu representante legal;
  • Certidão de casamento, CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;
  • Documento de Regularidade de Inscrição (DRI) emitido pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do FIES (CPSA);
  • Termo de concessão ou de atualização do usufruto de bolsa parcial do Prouni, quando for o caso.

Documentos do fiador:

  • CPF;
  • Documento de identificação, como RG ou Carteira de Motorista;
  • Certidão de casamento;
  • CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de rendimentos, salvo no caso de fiança solidária.

SisFIES 2023

O SisFIES 2023 é o sistema do MEC em que o candidato consegue acessar todas as informações sobre o seu financiamento. Por lá, ficam disponíveis as informações sobre legislação, o aditamento e etc.

No SisFIES é possível acompanhar informações desde banco escolhido (Caixa ou Banco do Brasil), até mesmo prazos e valor das parcelas de pagamento do financiamento.

Inclusive, para os próximos candidatos é possível acessar o simulador de financiamento do FIES 2023. Basta entrar no site do SisFIES e preencher as informações pessoais e do curso escolhido.

Aditamento do FIES 2023

Semestralmente o estudante contemplado pelo financiamento precisa realizar o aditamento do FIES 2023. Funciona como uma renovação do contrato do FIES, a fim de confirmar que deseja ou não continuar utilizando o benefício.

No primeiro semestre o prazo final é 31 de março. E no segundo semestre o limite é 31 de dezembro. O procedimento é feito online, veja como:

  • Acesse o site do SisFIES e clique em “Aditamento de contrato”;
  • Informe seu CPF e senha cadastro;
  • Preencha todas as informações solicitadas;
  • Confirme e envie o formulário.

Atenção! Existem dois tipos de aditamento realizados por semestre:

  • Aditamento simplificado: quando não há alteração de clausulas contratuais do financiamento do estudante;
  • Aditamento não simplificado: quando há alguma alteração das clausulas contratuais do financiamento do estudante.

Como emitir o boleto do FIES 2023?

Para quem não tem o desconto na folha de pagamento, a emissão do boleto do FIES 2023 deve ser feito manualmente. Confira como acessar o documento na Caixa Econômica ou Banco do Brasil:

Caixa:

  • Acesse o aba do FIES no site da Caixa;
  • Na guia “Boletos Emissão 2 via” clique na opção “Emitir”;
  • Informe o número do CPF;
  • Após isso, insira a data de nascimento, código verificador e clique em “Iniciar operação”.

Banco do Brasil:

  • Acesse o site do Banco do Brasil;
  • Informe a linha digitável do boleto ou o Nosso Número (Sem DV);
  • Insira o CPF no campo indicado;
  • Clique em “Não sou um robô”;
  • Com isso, o boleto será gerado em seguida.

Este artigo foi útil? AVALIE

Avaliação média:
Total de Votos:

FIES 2023: Inscrições SisFies, Datas, Aditamento, Boleto e Resultados

Juliano Menta
Formado em Comunicação Social, Juliano Menta é especialista em assuntos relacionados a Educação brasileira. Escreve para portais online desde a mais de 4 anos e está sempre de atento em tudo o que envolve o a educação no país para melhor ajudar os estudantes brasileiros.