ProUni 2023: Inscrições, Notas de Corte, Cronograma, Cursos e Resultado

O Programa Universidade para Todos (ProUni 2023) é administrado pelo Ministério da Educação (MEC). Está entre os mais populares sistemas de ingresso na universidade privada, com possibilidade de bolsas de estudos. Para ter acesso as inscrições e vagas do ProUni 2023, o candidato precisa usar a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Saiba mais detalhes!

ProUni 2023
ProUni 2023

Todos os anos, o MEC anuncia duas seleções pelo ProUni. Uma é feita no início do ano e vale para quem vai ingressar na universidade no primeiro semestre. A outra é feita no segundo semestre e tem início em meados de agosto.

O número de vagas para cada processo seletivo é diferente. Normalmente no segundo semestre as universidades oferecem menos oportunidades, isso porque, reduzem a capacidade dos cursos.

São, em média, 162 mil bolsas oferecidas no ProUni 2023 do primeiro semestre. Enquanto que o semestre seguinte possuí pelo menos 134 mil. Os critérios para ser selecionado, bem como as regras, são as mesmas nos dois períodos.

Como funciona o ProUni 2023?

O programa usa do desempenho do candidato no ENEM para oferecer uma bolsa de estudo integral ou parcial em universidade privada.

A medida é válida para aqueles que se encontram em situação de baixa renda, e não possuem condições de arcar com o valor do curso de graduação.

Não existe a cobrança de nenhum tipo de taxa pela participação no programa. Todo o processo de inscrição até a classificação é feito pelo próprio ProUni, enquanto a matrícula fica por conta da universidade em que o candidato foi aprovado.

De acordo com dados divulgados pelo MEC, na edição de 2021 houveram mais de 500 mil inscrições para tentar uma vaga pelo programa. Os números vão crescendo a depender do número de candidatos no ENEM.

Quem pode se inscrever no ProUni?

Diferente do Sistema de Seleção Unificada (SISU) que exige apenas a participação na edição mais recente do ENEM. O ProUni 2023 tem outras regras, buscando beneficiar aqueles que não possuem condições financeiras de arcar com o curso superior.

Por tanto, fica liberada a inscrição do candidato que preencha a pelo menos um dos requisitos abaixo:

  • ter participado da edição 2022 do ENEM;
  • ter obtido nota mínima de 450 pontos no ENEM e não ter zerado a redação;
  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede privada como bolsista integral da própria escola;
  • ser pessoa com deficiência;
  • ser professor da rede pública de ensino, atuante, e concorrer a bolsas de estudo em cursos de licenciatura. Nesse caso não é exigida a comprovação de renda.

Para cada uma das categorias será necessário apresentar documentação que compre as condições. Por exemplo: histórico escolar, laudo médico e holerite.

Novas regras do ProUni 2023

Em 2021, o presidente Jair Bolsonaro publicou uma Medida Provisória (MP) solicitando que até mesmo estudantes matriculados na rede privada como bolsistas parciais pudessem concorrer a uma vaga no ProUni.

A MP também alterou o sistema de cotas do programa. Com a mudança, a porcentagem destinada a pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência serão consideradas de forma separada. E não em conjunto como era feito.

As regras que alteraram o programa, passaram a valer em julho de 2022. Mas geraram uma série de críticas, principalmente frisando o fato de que o programa deixa de beneficiar quem realmente precisa.

Tipos de bolsas do ProUni 2023

Além dos requisitos mencionados, para concorrer a uma bolsa de estudos pelo ProUni 2023 o candidato precisa comprovar renda. Existem hoje duas opções de bolsas oferecidas em nome do programa.

Saiba também como realizar inscrições no FIES 2023

Para cada sistema uma regra diferente. Os candidatos concorrem pela oportunidade de conseguir 100% de desconto na mensalidade, ou 50% de desconto.

  • Bolsas de 100% – para estudantes com renda bruta familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa;
  • Bolsas de 50% – para estudantes com renda bruta familiar de até 3 salários mínimos por pessoa.

Nos dois casos será necessário comprovar a renda familiar com a apresentação de uma série de comprovantes. Por isso, antes de escolher o tipo de bolsa é preciso ter como provar que pertence ao grupo citado.

Cursos oferecidos pelo ProUni

O ProUni 2023 oferece oportunidade de ingresso em cursos de graduação e licenciatura. Os mais variados, entre as oportunidades estão, por exemplo:

  • Direito;
  • Enfermagem;
  • Educação Física;
  • Engenharias;
  • Ciências Contábeis;
  • Jornalismo;
  • Pedagogia;
  • Publicidade e Propaganda;
  • Comunicação Social;
  • Fisioterapia;
  • Redes de Computadores;
  • Informática;
  • Química;
  • Nutrição;
  • Psicologia;
  • Medicina;
  • Medicina Veterinária;
  • Análise e desenvolvimento de Sistemas;
  • Farmácia;
  • Marketing;
  • Administração;
  • Sistema da Informação;
  • Entre outros.

Cronograma do ProUni 2023

Todos os anos o Ministério da Educação (MEC) divulga o calendário do ProUni, para que os interessados possam se organizar e fazer tudo dentro do prazo estipulado.

Antes de dar início ao processo de seleção, primeiro o INEP deve liberar a nota do Enem 2022. Dessa forma, os candidatos aos programas do governo usam sua nota mais recente para concorrer a uma vaga.

O MEC ainda não disponibilizou o cronograma oficial do ProUni 2023, mas pode-se usar como base as edições anteriores.

Primeiro semestre

  • Inscrições: 12 a 15 de janeiro
  • Resultado (primeira chamada): 19 de janeiro
  • Segunda chamada: 1º de fevereiro
  • Interesse em participar da lista de espera: 18 e 19 de fevereiro
  • Resultado da lista de espera: 22 de fevereiro

Segundo semestre

  • Inscrições: 13 a 16 de julho
  • Resultado (primeira chamada): 20 de julho
  • Segunda chamada: 03 de agosto
  • Interesse em participar da lista de espera: 17 a 18 de agosto
  • Resultado da lista de espera: 20 de agosto

Inscrições ProUni 2023

As inscrições no ProUni 2023 são feitas totalmente online, dentro do período liberado pelo MEC. Na ocasião, será preciso criar login e preencher os dados solicitados.

O candidato tem direito de escolher até duas opções de cursos, instituições e turno. E passa a concorrer com sua nota do Enem, dando preferência para a convocação da primeira opção.

Durante o período de inscrições, o candidato pode alterar as opções de cursos. Vale a última escolha feita antes do portal fechar o processo.

Veja como fazer:

ProUni 2023
  • Preencha seus dados de login, ou crie o primeiro acesso;
  • Informe todas os questionamentos socioeconômicos;
  • Escolha as duas opções de cursos, instituições e turnos;
  • Confira todas as informações, confirme a ficha e envie.

Notas de corte do ProUni 2023

Ao enviar sua ficha cadastral para o portal, o sistema vai começar o processo de seleção. Para classificar os candidatos o ProUni usa como base a nota obtida no ENEM, bem como a categoria para a qual o cidadão se inscreveu.

Para cada curso e turno de uma universidade, fica estabelecida uma nota de corte do ProUni 2023. O corte representa o mínimo a ter sido alcançado no ENEM para conseguir brigar por aquela vaga. 

Quanto maior a sua nota, mais chances de conseguir se posicionar bem na disputa. Além disso, quanto mais concorrido um curso for, mais chances da nota de corte ser maior.

O curso de medicina em uma universidade bem vista tem milhares de inscrições, e poucas vagas. Para este, a nota de corte será maior porque a disputa fica mais acirrada.

Cursos mais concorridos do ProUni 2023

O portal Guia do Estudante produziu uma lista com as maiores e menores notas de corte do ProUni para os cursos mais populares. Confira:

  • Administração: entre 610 e 680 pontos
  • Agronomia: entre 540 e 650 pontos
  • Arquitetura e Urbanismo: entre 610 e 730 pontos
  • Artes Visuais: entre 455 e 695 pontos
  • Biomedicina: entre 640 e 715 pontos
  • Ciências Biológicas: entre 625 e 730 pontos
  • Ciências Contábeis: entre 460 e 640 pontos
  • Ciências Econômicas: entre 680 e 730 pontos
  • Comércio Exterior: entre 450 e 705 pontos
  • Direito: entre 660 e 703 pontos
  • Educação Física: entre 595 e 610 pontos
  • Empreendedorismo: entre 500 e 605 pontos
  • Enfermagem: entre 565 e 710 pontos
  • Engenharia Civil: entre 590 e 740 pontos
  • Engenharia de Produção: entre 600 e 715 pontos
  • Engenharia Elétrica: entre 625 e 760 pontos
  • Farmácia: entre 565 e 765 pontos
  • Fisioterapia: entre 560 e 755 pontos
  • Gastronomia: entre 605 e 635 pontos
  • Gestão Comercial: entre 455 e 680 pontos
  • Gestão de Recursos Humanos: entre 460 e 715 pontos
  • Jornalismo: entre 455 e 725 pontos
  • Letras (Português/Inglês): entre 500 e 735 pontos
  • Logística: entre 455 e 660 pontos
  • Marketing: entre 455 e 700 pontos
  • Medicina Veterinária: entre 600 e 750 pontos
  • Medicina: entre 710 e 815 pontos
  • Nutrição: entre 460 e 715 pontos
  • Odontologia: entre 520 e 745 pontos
  • Pedagogia: entre 480 e 655 pontos
  • Psicologia: entre 470 e 735 pontos
  • Publicidade e Propaganda: entre 550 e 705 pontos
  • Radiologia: média de 655 pontos
  • Segurança no Trabalho: entre 455 e 630 pontos
  • Serviço Social: entre 460 e 700 pontos

Resultado do ProUni 2023

De acordo com o calendário, o resultado do ProUni 2023 é divulgado em torno de quatro dias após o fim das inscrições. Por meio do site, o candidato vai conseguir conferir se foi classificado para um dos cursos que escolheu.

A consulta ao resultado do ProUni funciona assim:

  • Informe seus dados de login para acesso;
  • O sistema vai informar se você foi aprovado em uma das opções escolhidas;
  • Para os aprovados será avisado o prazo para matrícula. Os demais têm a opção de se inscrever na lista de espera.

Lista de espera do ProUni 2023

Não alcançou a nota de corte do ProUni necessária para classificação? Calma, todos os candidatos tem uma nova chance!

Por meio da lista de espera do ProUni 2023, todos aqueles que não conseguiram a classificação na primeira ou segunda opção de curso podem tentar uma nova vaga, chamada “vaga remanescente do ProUni 2023“.

Nesse caso, a disposição fica apenas para a primeira opção de curso escolhida. Ao consultar o resultado basta clicar em “participar da lista de espera“.

O sistema vai incluir o candidato na seleção para as bolsas remanescentes, que são aquelas liberadas quando as vagas não são totalmente preenchidas. A consulta pelo resultado deve ser feita no site da universidade, acompanhando as publicações dos editais.

Matrículas no ProUni em 2023

Aos aprovados chegou o momento de realizar a matrícula no ProUni. O procedimento pode ser feito presencialmente caso a universidade exija. Mas, devido a pandemia, muitas têm adotado o processo virtual.

Para realizar a matrícula, sempre dentro do prazo para não perder a vaga, basta apresentar os seguintes documentos:

  • RG e CPF de todos os membros da família;
  • Carteira profissional da Previdência Social (CTPS) de todos os membros da família;
  • Histórico escolar completo;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Comprovante de separação, divórcio ou óbito dos pais (quando necessário);
  • Três últimos contracheques, no caso de membros com renda fixa;
  • Comprovante de pagamento de pensão alimentícia (quando necessário);
  • Comprovante de professor da educação básica (quando necessário);
  • Comprovante de deficiência (quando necessário);
  • Se o aprovado estudava em uma escola particular como bolsista, será preciso entregar algum documento que comprove essa afirmação;
  • Declaração de IRPF, acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal e da respectiva notificação de restituição, quando houver;
  • Entre outros (podem ser solicitados diretamente na instituição escolhida pelo estudante.)

Contato do MEC

Ficou com dúvidas sobre o ProUni 2023? O MEC pode responde-las por meio dos canais de atendimento:

Este artigo foi útil? AVALIE

Avaliação média:
Total de Votos:

ProUni 2023: Inscrições, Notas de Corte, Cronograma, Cursos e Resultado

Juliano Menta
Formado em Comunicação Social, Juliano Menta é especialista em assuntos relacionados a Educação brasileira. Escreve para portais online desde a mais de 4 anos e está sempre de atento em tudo o que envolve o a educação no país para melhor ajudar os estudantes brasileiros.